Não é seu? 'Vacinas' de mRNA / DNA levantam questões sobre direitos de propriedade patenteados

Compartilhe esta história!
A questão dos direitos de propriedade patenteáveis ​​sobre a modificação genética já foi estabelecida para sementes, animais e insetos. Com o advento dos tiros de genes de mRNA e DNA, o que dizer dos humanos? Os vacinados podem ser reivindicados como propriedade patenteada? A jurisprudência sugere “sim”.

Veja também: O coronavírus poderia levar a uma reavaliação das leis de patente de vacinas? ⁃ Editor TN

Pela primeira vez na história, as vacinas de mRNA estão sendo utilizadas em grande escala. Os governos globais exigem que todo homem, mulher e criança receba a infusão experimental. As autoridades afirmam que tais medidas são para 'segurança pública', mas os fabricantes de medicamentos admitem que seus produtos não previnem a transmissão ou infecção de COVID-19.

As notificações de reações adversas atingem níveis sem precedentes a cada dia que passa. Os países com as taxas de inoculação mais altas registraram picos significativos de doenças cardíacas, coágulos sanguíneos e derrames. Muitos espectadores preocupados que se opõem ao mandato médico estão se perguntando: por que o empurrão? Uma pesquisadora argentina acredita que sabe a resposta.

Dra. Chinda Brandolino é uma profissional de saúde com especialização em linfologia, flebologia e medicina ocupacional. À medida que mais pacientes eram imunizados, ela ficava cada vez mais perturbada. Um número alarmante sofreu complicações graves e debilitantes.

Enquanto observava essas aflições preocupantes, o médico começou a estudar o ácido ribonucléico mensageiro e seus efeitos na genética. Uma investigação diligente a levou a um caso específico de 2013. No Decisão da Suprema Corte da Association of Molecular Pathology versus Myriad LLC, legisladores declararam que os genomas humanos alterados por vacinas de mRNA podem ser patenteados.

Durante uma conferência recente ela elaborou as terríveis implicações do decreto:

“Quando você modifica o genoma com uma vacina de adenovírus, aquela pessoa vacinada já é um transgênico - uma pessoa transumana. De acordo com o que está legalmente estabelecido no direito internacional, será propriedade do titular da patente. Mas o mais dramático de tudo é que, quando transumana, essa pessoa não será considerada humana de acordo com os Direitos Humanos que conhecemos. A situação é extremamente grave e tenho a sensação de que as pessoas não percebem a gravidade do que estamos a passar. Não são apenas as doenças que a vacina vai produzir, muitas vezes fatais, mas também o fato de que os sobreviventes terão um genoma modificado e essa modificação será repassada aos seus descendentes. Como seu genoma é modificado, essa modificação é patenteada. Tudo o que é patenteado pertence ao detentor da patente. ”

Apesar de testemunhar inúmeras mortes, o Dr. Brandolino continua focado nas repercussões permanentes para os sobreviventes da vacina. Essas fotos geram alterações genéticas irreversíveis. Cada dose e reforço subsequente transforma os recipientes em uma forma cada vez mais sintética. Ela tem sérias preocupações quanto ao futuro de nossa espécie. Incontáveis ​​séculos de evolução natural foram sequestrados.

Controlar a metamorfose deliberada é uma força sinistra que busca a propriedade total dos seres humanos. Bilhões de indivíduos em todo o mundo agora são ciborgues patenteados. A caixa de Pandora é aberta e as ramificações iminentes não podem ser totalmente compreendidas.

Uma aquisição traiçoeira e meticulosamente planejada se desdobrou ao longo da era pandêmica. Tudo o que transparece é anti-humano em sua essência. As máscaras faciais transformam os usuários em figuras autônomas privadas de oxigênio. O distanciamento social nega afeição essencial e abraços amorosos. Os bloqueios transformam as casas em celas de prisão isoladas. Os postes movem e esmagam continuamente o espírito de quem não entende que isso não foi feito para ter um fim. Talvez nossos corpos sejam a fronteira final para aqueles que buscam o controle final.

A humanidade está à beira de um precipício. Para um número incontável de pessoas, não há como voltar atrás. Só o tempo dirá precisamente como os eventos atuais se desdobram.

Leia a história completa aqui…

 

Sobre o autor

Patrick Wood
Patrick Wood é um especialista líder e crítico em Desenvolvimento Sustentável, Economia Verde, Agenda 21, Agenda 2030 e Tecnocracia histórica. Ele é o autor de Technocracy Rising: The Trojan Horse of Global Transformation (2015) e co-autor de Trilaterals Over Washington, Volumes I e II (1978-1980) com o falecido Antony C. Sutton.
Subscrever
Receber por
convidado
22 Comentários
mais velho
Os mais novos Mais votados
Comentários em linha
Ver todos os comentários
Cinza

Olá! Autor original aqui. Obrigado por compartilhar esta informação importante. Esperamos que mais pessoas tomem conhecimento da decisão da Suprema Corte de 2013 sobre o patenteamento de genomas modificados. Uma pequena correção: meu site é Down the Chupacabra Hole, não segure. =)

trave de prata

Onde está a evidência de que a vacina altera o genoma? Não consigo encontrar ny, apesar de ser uma teoria da conspiração popular no momento.

DawnieR

Assistir / ler TUDO Dr. David E. Martin. Os vídeos podem ser encontrados em TODOS os sites de hospedagem de vídeos do NO CENSOR. O Dr. David Martin tem TODAS AS FRAUDES de evidência sobre TODA essa FRAUDE DO PsyOp! Ele DENOMINA NOMES.

Cinza

Bem, no documento da Suprema Corte dos Estados Unidos (vinculado neste artigo), eles afirmam que os genomas não podem ser patenteados se forem um produto da natureza. No entanto, prossegue, os genomas alterados por vacinas de mRNA podem de fato ser patenteados. Portanto, não apenas tal feito é possível, mas também factível o suficiente para ser reconhecido pelos legisladores.

Este MIT & Harvard mostra que as vacinas de mRNA podem alterar permanentemente o DNA: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33330870

Aqui está outro da Cornell University, que afirma que as vacinas de mRNA podem alterar o DNA por meio de engenharia / programação genética: https://allianceforscience.cornell.edu/blog/2020/12/yes-some-covid-vaccines-use-genetic-engineering-get-over-it/

Jimmy Jukebox

Oi,,
Aqui está um link que também cobre o titular da patente da vacina torna-se proprietário da pessoa vacinada.
Além disso, há um link para o formato PDF da lei para o titular da patente de vacinas explicando isso.
A lei foi assinada por:
Juiz Scalia, o mesmo juiz Scalia que morreu repentina e misteriosamente durante a presidência de Oboma.
Tem cerca de 24 ou 25 páginas e na página 23 diz isso claramente.

https://darrellhines.net/2021/09/11/words-in-your-head-how-they-are-telling-you-to-get-the-vaccine-the-implanted-thought-psyop-being-played-out-via-subliminal-messaging-on-your-tv-and-other-covert-means-david-icke/

Última edição feita 8 meses atrás por Jimmy Jukebox
lunar

Onde nesta decisão se diz que o “Titular da patente da vacina torna-se proprietário da pessoa vacinada”?
De acordo com o documento do tribunal que você forneceu, a possível elegibilidade de patente aplica-se apenas a “cadeias de nucleotídeos somente exons, conhecidas como DNA complementar (cDNA), que são criadas por um técnico de laboratório.
Você pode me apontar onde realmente diz o que você afirma?

Jimmy Jukebox

Você leu a página 17 destacada em amarelo,
Diz tão claro quanto o dia: Patente elegível.

lunar

A seção destacada na página 17 NÃO diz que “o titular da patente da vacina torna-se proprietário da pessoa vacinada”. Diz apenas que o cDNA é patenteado.

A definição de cDNA é uma “cadeia de nucleotídeos de exons-apenas, conhecidos como DNA complementar (cDNA), que são criados por um técnico de laboratório”.
Como isso é igual a um ser humano inteiro vacinado?

Então, ainda não estou vendo como você conclui que o “Titular da patente da vacina torna-se proprietário da pessoa vacinada”? A decisão não diz isso. Por favor, explique.

[...] Provavelmente, porque os vacinados tornaram-se transumanos e têm dentro de si uma propriedade patenteada. A jurisprudência sugere “sim”. SE você tem a vacina dentro de você ... ARREPENDA-SE para DEUS e NÃO receba outra [...]

DawnieR

Desculpa! Existe uma coisa chamada DIREITOS DE PROPRIEDADE. OS IMPOSTOS PAGAMOS POR TUDO, portanto, NÓS O POSSUEMOS. Se algum de baixo QI fosse e pegasse o Death Jab e eles PAGAMOS IMPOSTOS ... então eles ainda possuem seus corpos (moribundos). Eles ainda podem possuir seus corpos, mas Satanás agora TEM SUA ALMA !! Eles NÃO SÃO MAIS HUMANOS !!

Daniel38

A ideia de que do ponto de vista jurídico o detentor da patente é o dono da pessoa vaxxeada é simplesmente ridícula. Matar, mutilar e escravizar pessoas é apenas um ato de guerra que não precisa de justificativa. Ou as vítimas são capazes de se defender contra ele ou não o são. Todo esse caso é baseado em pilhas de mentiras, este é apenas mais um; as leis da ditadura não têm significado, o único ponto é se podemos lutar contra o inimigo ou não. Dito isso, vejo o seguinte: todo esse assunto é administrado por satanistas de elite no topo (e talvez extraterrestres... Leia mais »

[…] Uma aquisição insidiosa e meticulosamente planejada se desdobrou ao longo da era pandêmica. Tudo o que transparece é anti-humano em sua essência. As máscaras transformam os usuários em figuras autônomas privadas de oxigênio. O distanciamento social nega afeição essencial e abraços amorosos. Os bloqueios transformam as casas em celas de prisão isoladas. Os postes movem e esmagam continuamente o espírito de quem não entende que isso não foi feito para ter um fim. Talvez nossos corpos sejam a fronteira final para aqueles que buscam o controle final. https://www.technocracy.news/not-your-own-mrna-dna-vaccines-raise-questions-over-patented-property-r… [...]