Autoritários globais empurram a democracia para longe em taxa recorde

Ilustração fotográfica: Lyne Lucien / The Daily Beast
Compartilhe esta história!
A democracia e a tecnocracia se comportam como matéria e antimatéria, respectivamente. Conforme a Tecnocracia se afirma, a Democracia simplesmente se evapora. Nada menos que 70 por cento da população global está experimentando agora alguma forma de tirania do Tecnocrata, e esse número está aumentando a cada dia.

Alguns leitores se lembrarão dos vários episódios de Star Trek que apresentavam a raça avançada chamada Borg, que “assimilou” tudo em seu caminho. Essa é a Tecnocracia: “Nós assimilaremos.” ⁃ Editor TN

Um número maior de países está escorregando para o autoritarismo, enquanto o número de democracias estabelecidas sob ameaça nunca foi tão alto, disse o Instituto Internacional para a Democracia e Assistência Eleitoral (IDEA) na segunda-feira.

A política populista, o uso de restrições à pandemia COVID-19 para silenciar os críticos, a tendência dos países de imitar o comportamento antidemocrático de outros e a desinformação usada para dividir as sociedades são os principais culpados, afirmou a organização intergovernamental com sede em Estocolmo em um relatório .

“Mais países do que nunca estão sofrendo de 'erosão democrática'”, disse a IDEA em seu estudo de 2021 sobre o estado da democracia, baseado em dados compilados desde 1975

“O número de países em 'retrocesso democrático' nunca foi tão alto”, disse o documento, referindo-se à virada regressiva em áreas que incluem controles sobre o governo e independência judicial, bem como liberdade de mídia e direitos humanos.

O Afeganistão, que foi assumido por militantes do Taleban em agosto após a retirada das tropas internacionais, é o caso mais dramático deste ano, enquanto o golpe de 1º de fevereiro em Mianmar marcou o colapso de uma frágil democracia. Outros exemplos incluem Mali, que sofreu dois golpes desde 2020, e Tunísia, onde o presidente dissolveu o parlamento e assumiu poderes de emergência.

Grandes democracias como o Brasil e os Estados Unidos viram presidentes questionarem a validade dos resultados eleitorais, enquanto a Índia testemunhou o julgamento de grupos de pessoas que criticam as políticas governamentais.

Hungria, Polônia, Eslovênia e Sérvia são os países europeus com os maiores declínios na democracia. A Turquia viu um dos maiores declínios entre 2010 e 2020.

“Na verdade, 70 por cento da população global agora vive em regimes não democráticos ou em países em retrocesso democrático”, disse o relatório.

Leia a história completa aqui…

Sobre o autor

Patrick Wood
Patrick Wood é um especialista líder e crítico em Desenvolvimento Sustentável, Economia Verde, Agenda 21, Agenda 2030 e Tecnocracia histórica. Ele é o autor de Technocracy Rising: The Trojan Horse of Global Transformation (2015) e co-autor de Trilaterals Over Washington, Volumes I e II (1978-1980) com o falecido Antony C. Sutton.
Subscrever
Receber por
convidado

3 Comentários
mais velho
Os mais novos Mais votados
Comentários em linha
Ver todos os comentários
Clique

Insgesamt insbesondere Inspiração

vencedor

Bem, é um pouco impróprio. Os Estados Unidos nunca foram uma democracia, pois os representantes votam em alguns assuntos, legitimamente ou não, enquanto os tribunais e o tirânico Poder Executivo ditam outros. Mas eu entendo o ponto do artigo. The Great COVER-19 para a imposição do comunismo global usando as ferramentas da tecnocracia financiadas pelos pedófilos satanistas de elite dos Illuminati e da ordem maçônica. Os banqueiros têm obtido mais poder sobre o lobby e a porta giratória e agora usam as instituições para obter lucro pessoal para terceirização ou exploração. A forma de controle social é menos importante... Leia mais »