WEF abandona o Twitter e diz que os seguidores devem usar aplicativos chineses

Compartilhe esta história!

De maneira previsível, o Fórum Econômico Mundial deu as costas ao Twitter, adotando os aplicativos de mídia social chineses. A compra e renovação do Twitter por Musk acendeu os holofotes para todas as baratas que estavam escondidas na escuridão e no anonimato. Agora é óbvio que muitos grupos diferentes estavam profundamente envolvidos em práticas desonestas de engenharia social que aconteciam no "velho" Twitter.

Os serviços Premium do Technocracy News & Trends são apenas para membros do Premium Access. Confira!

Entrar Subscrever

Sobre o Editor

Patrick Wood
Patrick Wood é um especialista líder e crítico em Desenvolvimento Sustentável, Economia Verde, Agenda 21, Agenda 2030 e Tecnocracia histórica. Ele é o autor de Technocracy Rising: The Trojan Horse of Global Transformation (2015) e co-autor de Trilaterals Over Washington, Volumes I e II (1978-1980) com o falecido Antony C. Sutton.
7 Comentários
mais velho
Recentes Mais votados
Comentários em linha
Ver todos os comentários